Platão e a matemática

Posted: 27 de Outubro de 2010 in 6º ano - História

Os alunos do 6° ano estão estudando a Grécia….

Atividade:

1- Fazer uma pesquisa sobre quem foi Platão

2- Qual influência de Platão para a matemática?

3- Leitura sobre o Poliedros de Platão

4- Em sala de aula – Confecção dos Poliedros de Platão e análise das figuras.

Os alunos preencherão uma ficha e entregarão no final da aula.

Conhecimento prévio:

Arestas- Vértices – Faces

Agradecimentos:  Ao Professor João Pompermaier pela atenção e sugestões para o desenvolvimento do trabalho.

 

Platão nasceu em Atenas, em 428 ou 427 a.C., de pais aristocráticos e abastados, de antiga e nobre prosápia. Temperamento artístico e dialético – manifestação característica e suma do gênio grego – deu, na mocidade, livre curso ao seu talento poético, que o acompanhou durante a vida toda, manifestando-se na expressão estética de seus escritos; entretanto isto prejudicou sem dúvida a precisão e a ordem do seu pensamento, tanto assim que várias partes de suas obras não têm verdadeira importância e valor filosófico.

Em Atenas, pelo ano de 387, Platão fundava a sua célebre escola, que, dos jardins de Academo, onde surgiu, tomou o nome famoso de Academia. Adquiriu, perto de Colona, povoado da Ática, uma herdade, onde levantou um templo às Musas, que se tornou propriedade coletiva da escola e foi por ela conservada durante quase um milênio, até o tempo do imperador Justiniano (529 d.C.).

 A forma dos escritos platônicos é o diálogo, transição espontânea entre o ensinamento oral e fragmentário de Sócrates e o método estritamente didático de Aristóteles. No fundador da Academia, o mito e a poesia confundem-se muitas vezes com os elementos puramente racionais do sistema. Faltam-lhe ainda o rigor, a precisão, o método, a terminologia científica que tanto caracterizam os escritos do sábio estagirita.

Poliedros de Platão

Os sólidos de Platão também são denominados de poliedros, pois são formados por faces, arestas e vértices. As faces são constituídas por seções de planos, considerando que entre duas faces temos as arestas, as quais possuem em suas extremidades os vértices.

Os poliedros de Platão possuem características próprias e se enquadram nas seguintes condições:

O número de arestas é igual em todas as faces;

  

Os ângulos poliédricos possuem o mesmo número de arestas;
Nos sólidos considerados poliedros de Platão vale a relação de Euler

(V – A + F = 2) onde V = vértices, A = arestas e F = faces.

Platão estabeleceu algumas relações entre as classes de poliedros e a construção do Universo.

Ele associou os poliedros cubo, icosaedro, tetraedro e octaedro, respectivamente, aos elementos terra, água, fogo e ar; e o dodecaedro foi associado ao universo.

Conheça os poliedros de Platão


Os comentários estão fechados.